A8, Lanço CRIL/LOURES, Bairro das Queimadas

No âmbito do acompanhamento arqueológico efectuado na empreitada de alargamento da A8, Lanço CRIL/LOURES, foi identificado um contexto arqueológico preservado num talude junto ao Bairro das Queimadas. Perante esta descoberta procedeu-se à escavação de duas sondagens arqueológicas manuais que procuraram caracterizar o sítio identificado e diagnosticar o potencial arqueológico da área contígua.

Os trabalhos decorreram entre os dias 6 e 9 de Abril de 2010. Verificou-se a presença de um único depósito com materiais cerâmicos do período romano, circunscrito à sondagem 2, tendo sido totalmente escavado na área de afectação da obra. Este depósito poderia corresponder a uma área de lixeira, com uma cronologia associada ao período do Alto Império, surgindo alguns materiais cuja análise preliminar permitiu apontar uma datação dos séculos I e II.

A presença de outros vestígios arqueológicos associados ao depósito em questão seria pouco provável, estando a área envolvente ao talude onde se realizaram as sondagens já completamente afectada pela construção da A8, a Oeste, e da estrada nacional que une Frielas a Olival de Basto, a Este.

Uma vez que não se verificou a presença de contextos estruturais preservados e que o depósito de materiais foi, como se referiu, totalmente escavado na área de afectação da obra, os trabalhos de conclusão do talude deveriam continuar com acompanhamento arqueológico permanente enquanto se procedesse a movimentações de terras.