Rua dos Cordoeiros, Lisboa

Realizados entre 6 e 24 de Setembro de 2012, estes trabalhos de acompanhamento arqueológico visaram a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que pudessem ser afectados pelo projecto de renovação das infraestruturas de abastecimento de água entre a Calçada da Bica Pequena e a Caçada de Salvador Correia de Sá, através da Rua dos Cordoeiros.

O acompanhamento da vala aberta na Rua dos Cordoeiros revelou, sob o pavimento actual, uma estratigrafia composta por uma camada de terra castanha escura com entulho, que cobre um troço de um caneiro com orientação N-S, composto por tijolos maciços e lajes de calcário ligadas por argamassa, as quais são cortadas por valas para introdução de infraestruturas de electricidade, gás e água.

No decurso desta intervenção foi recolhido um pequeno conjunto artefactual constituído por fragmentos de cerâmica comum e de faiança com motivos em azul, sugerindo uma cronologia da segunda metade do século XVII.