ETAR da Guia, Cascais

O acompanhamento arqueológico efectuado no âmbito dos trabalhos de remoção de terras e escavação dos locais abrangidos pela ETAR DA GUIA decorreu entre 8 de Janeiro de 2007 e 12 de Novembro de 2008. Levou-se a cabo nas áreas onde seriam implantados os edifícios deste projecto e também nas zonas onde foram instaladas as tubagens que ligam as duas fases do complexo, isto é, a fase sólida, em Murches, e a fase líquida, junto ao farol da Guia, no concelho de Cascais.

A intervenção teve como objectivo principal a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que pudessem ser afectados na área para a construção dos edifícios e respectivas valas, bem como garantir a protecção e salvaguarda dos mesmos e efectuar a sua caracterização em termos de valor científico e patrimonial.

Durante este trabalho não se verificou qualquer realidade de índole arqueológica a preservar, tendo sido realizado o registo escrito e fotográfico dos trabalhos realizados. Para além dos materiais arqueológicos registados, entre os quais, um fragmento de lucerna do período romano, foram ainda observadas duas realidades etnográficas: os muros da fase sólida e o poço da fase líquida, que foram registados cartograficamente e fotograficamente.