Lugar do Pinheiro, freguesia de Luz de Tavira, Tavira

Os trabalhos de acompanhamento arqueológico realizados no âmbito do projecto “Drenagem de águas residuais e domésticas do Pinheiro”, na freguesia de Luz de Tavira, em Tavira, decorreram, numa primeira intervenção, entre 7 e 20 de Dezembro de 2007 e, posteriormente, entre 7 de Janeiro e 1 de Fevereiro de 2008.

O objectivo principal foi a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que pudessem ser afectados na área de implantação do projecto, bem como garantir a protecção e salvaguarda dos mesmos e efectuar a sua caracterização em termos de valor científico e patrimonial.

Todas as intervenções tiveram resultados negativos do ponto de vista arqueológico (considerando as profundidades atingidas pelas aberturas efectuadas), já que se verificou a completa ausência/inexistência de elementos/vestígios de relevância patrimonial/arqueológica.

Uma análise cuidada, ora resultante da observação in loco, ora fruto de elementos resultantes de intervenções ou observações anteriores, permitiu concluir que, em consequência do seu posicionamento ribeirinho em relação à Ria Formosa, a área intervencionada constituía-se essencialmente por depósitos lodosos, bem como por entulhos recentes. Assim, com a constatação deste facto, considerou-se que a probabilidade de existirem vestígios arqueológicos reportáveis à antiga cidade romana de Balsa seria remota.