Santarém

Acompanhamento arqueológico da Quinta do Bom Sucesso, Abrantes

Trabalho de acompanhamento arqueológico desenvolvido pela Era arqueologia, no âmbito da prevenção e de minimização de impactos sobre o património, decorrentes da obra da Quinta do Bom sucesso em Abrantes cuja fundação remonta ao século XVII.

Centro de Fisioterapia da Stª Casa da Misericórida, Almeirim

Apesar da diminuta área intervencionada e da exiguidade dos dados obtidos, as cinco sondagens arqueológicas realizadas, permitiram registar um pequeno conjunto de elementos antrópicos, de diferentes tipologias, relativos a seis grandes momentos/fases de ocupação/abandono deste espaço, que apontam para um potencial de presença de vestígios arqueológicos nesta área.

Parque Central do Cartaxo

No âmbito do projecto do Parque Central do Cartaxo, a cargo da empresa RUMO 2020, foi efectuada a escavação arqueológica de uma área de cerca de 600m2, que, após a realização de 11 sondagens de diagnóstico, foi delimitada como zona a intervencionar manualmente, conforme preconizado pelo IGESPAR, IP, em reunião efectuada no local.

Linha de Alta Tensão Santarém-Zêzere

Realizaram-se trabalhos de prospecção prévia, escavação e acompanhamento arqueológico das obras de execução, numa perspectiva de aplicação de medidas de minimização preconizadas pelo Estudo de Impacte Ambiental.

Linha do Norte - Lanço Setil-Vale de Santarém

Este trabalhos consistiram na realização de prospecções arqueológicas enquadradas no âmbito do Projecto de Execução da Modernização da Linha do Norte.

A13 – Sublanços Salvaterra de Magos/A10/Santo Estêvão

A intervenção arqueológica na Vala Real surgiu no âmbito da Minimização de Impacte sobre o Património a afectar na área do projecto da construção da A13 – Sublanços Salvaterra de Magos/A10/Santo Estêvão.

A13 - Sublanço Almeirim/Salvaterra de Magos - Pinheirocas

A ERA-Arqueologia foi chamada a intervir em dois sítios arqueológicos descobertos na sequência dos trabalhos de acompanhamento do programa de medidas de minimização preconizadas pelo Estudo de Impacte Ambiental para a A13 Auto-estrada Almeirim/Marateca.

Cerca do Hospital Velho de Almeirim

Os trabalhos arqueológicos efectuados na zona da Cerca do Hospital Velho de Almeirim tiveram como objectivo a avaliação do potencial arqueológico da área, tendo em conta a possível existência de vestígios dos Antigos Paços Reais, de acordo com o proposto pelo Estudo de Pormenor do PDM.

A13 – Sublanço Almeirim/Salvaterra de Magos – Quinta da Boavista

Estes trabalhos realizados na A13, sublanço Almeirim/Salvaterra de Magos, passaram pela avaliação e diagnóstico do impacto do traçado sobre o sítio de Quinta da Boavista, no sentido de determinar a necessidade da aplicação de medidas minimizadoras de maior amplitude.

A13 – Sublanço Almeirim/Salvaterra de Magos – Herdade dos Caniçais

Estes trabalhos passaram pela avaliação e diagnóstico do impacto do traçado da autoestrada sobre o sítio Herdade dos Caniçais, no sentido de determinar a necessidade da aplicação de medidas minimizadoras de maior amplitude.

A13 - Sublanço Almeirim/Salvaterra de Magos - Monte da Quinta e Foro de D. João

Os objetivos desta intervenção passaram pela avaliação e diagnóstico do impacto do traçado da auto-estrada sobre os sítios de Monte da Quinta 1 e Foro de D. João.

Monte da Quinta 2, freguesia da Barrosa, Benavente

Os trabalhos arqueológicos no sítio do Monte da Quinta 2 enquadraram-se na aplicação de medidas de minimização de impactes do empreendimento da A13 sobre o património arqueológico.

Parque Eólico da Serra dos Candeeiros (Rio Maior)

A ERA-Arqueologia realizou o acompanhamento arqueológico no âmbito do empreendimento do Parque Eólico da Serra dos Candeeiros.

A13 - Sublanço Almeirim/Salvaterra de Magos - Pinheirocas 2

Esta intervenção consistiu na avaliação e diagnóstico do impacto do traçado sobre o sítio Pinheirocas 2, no sentido de determinar a necessidade da aplicação de medidas minimizadoras de maior amplitude.

A1 - Sublanço Aveiras de Cima/Santarém - Casal da Fonte da Serra

Estes trabalhos tiveram como objectivos a caracterização e a avaliação do valor cientifico e patrimonial dos vestígios arqueológicos deste sítio, bem como a definição dos limites físicos da eventual ocupação pré-histórica do local.

A10 - Sublanço Carregado/Benavente

Estes trabalhos surgiram no âmbito do Relatório de Conformidade Ambiental do Projecto de Execução da autoestrada A10, Sublanço Carregado/Benavente.

Conservação e restauro de bens patrimoniais, Torres Novas

O objectivo genérico destes trabalhos foi a recuperação de bens patrimoniais através de acções que minorassem os processos de degradação em curso.

Interceptor da margem esquerda da cidade de Tomar - Saneamento Básico

Os trabalhos de acompanhamento arqueológico realizados no âmbito da abertura de valas para a renovação da rede de saneamento básico – Interceptor da margem esquerda da cidade de Tomar, decorreram entre os dias 22 de Setembro de 2006 e 31 de Janeiro de 2007.

Paço dos Negros, Almeirim

A escavação arqueológica realizada, em 2007, no terreno anexo ao Pórtico do Paço dos Negros teve como objectivo a avaliação do potencial científico e patrimonial do sítio, tendo-se para isso efectuado sete sondagens.

CIRVER - Vale de Moinho, Carregueira, Chamusca

No âmbito da minimização de impactes para a construção do CIRVER, desenvolveram-se acções de prospecção/recolhas de superfície, sondagens mecânicas de diagnóstico e estudo de materiais arqueológicos.

Fábrica de cal Calcidrata, Alcanene

Os trabalhos consistiram numa recolha bibliográfica respeitante à área em estudo e na prospecção da área abrangida pelo empreitada, tendo como objectivo a identificação de património arqueológico e arquitectónico.

Rua Almirante Reis, nº 11, Almeirim

As escavação arqueológica executadas no centro de Almeirim decorreram da identificação prévia de realidades postas a descoberto aquando da substituição das infraestruturas de esgotos e águas.

Rua Carlos Campeão, Tomar

As sondagens de diagnóstico possibilitaram a identificação de contextos arqueológicos com uma longa diacronia de ocupação, tendo-se registado vestígios da Idade do Ferro, do período romano e do período medieval.

Centro histórico de Almeirim (saneamento básico)

Estas acções de acompanhamento arqueológico no centro histórico de Almeirim realizaram-se no âmbito da remodelação/substituição de infraestruturas de saneamento básico, abastecimento e escoamento de águas.

Subsistema de Castelo de Bode – EPAL

Os trabalhos realizados enquadraram-se numa perspectiva preventiva e de minimização de impactes sobre vestígios arqueológicos e patrimoniais, no âmbito de uma intervenção programada pela EPAL.

Sondagens Arqueológicas no Centro de Almeirim

As sondagens arqueológicas de diagnóstico no centro de Almeirim surgiram na sequência do acompanhamento arqueológico da empreitada de colocação de infraestruturas e da condicionante imposta pelo IGESPAR no sentido de prevenção de impactes negativos sobre o património arqueológico.

CIRVER - Vale de Moinho, Carregueira, Chamusca (2ª intervenção)

Os trabalhos enquadraram-se na prevenção e minimização de impactes sobre vestígios patrimoniais susceptíveis de afectação por parte da obra, tendo em conta que em intervenções anteriores se haviam encontrados vestígios de actividade antrópica remontando ao Paleolítico.

AMS – Fábrica de Papel, Chamusca

Os objectivos da intervenção foram inventariar elementos patrimoniais existentes na área de afectação, avaliar a importância patrimonial de cada uma das evidências detectadas e avaliar o impacte sobre o património decorrente da implementação do projecto.

Estação do Oeste da Linha Ferroviária de Alta Velocidade (Lisboa/Porto)

Os objectivos principais foram a identificação e inventariação de elementos patrimoniais existentes na área de afectação pela construção dos acessos, a sua avaliação patrimonial e a avaliação do seu impacte.

Pedreira do Cabeço da Giesteira, Alcanede, Santarém

Esta intervenção teve como objectivo proceder ao levantamento arqueológico e patrimonial no âmbito do Estudo de Impacte Ambiental da Pedreira do Cabeço da Giesteira.

Pedreira de Casal Farto, Casal Farto, Ourém

Estes trabalhos consistiram no levantamento arqueológico e patrimonial no âmbito do Estudo de Impacte Ambiental da ampliação da Pedreira de Casal Farto.

Pedreira de Chainça nº 4, Pé da Pedreira, Alcanede

Estes trabalhos de prospecção arqueológica sistemática tiveram como objectivo proceder ao levantamento arqueológico e patrimonial no âmbito do EIA (Fase Estudo Prévio) da Ampliação da Pedreira de Chainça nº 4.

Pedreira de Boleiros, Fátima

Visou-se a identificação de vestígios de património etnográfico, arqueológico ou edificado na área abrangida pelo projecto da futura pedreira, bem como a sua avaliação e elaboração de propostas de medidas de minimização.

Casa dos Patudos, Alpiarça

Esta intervenção visou dar resposta às exigências legais do IGESPAR relativas à minimização de impactes sobre o património arqueológico decorrentes do projecto de renovação da Casa dos Patudos.

Casa dos Patudos, Alpiarça (2ª intervenção)

Após a identificação de vestígios osteológicos humanos e uma eventual estrutura de combustão na Sala de Arqueologia deste edifício, realizaram-se trabalhos de diagnóstico arqueológico de forma a melhor compreender estas realidades.

Antigo Edifício das Escolas Velhas, Almeirim

Os trabalhos respeitaram a um contexto arqueológico de necrópole que deixou perceber uma intensa utilização (de larga diacronia), tendo sido reconhecidos, pelo menos, quatro momentos de tumulação em sucessão.

Quinta do Bom Sucesso – Caminho do Ramal, concelho de Abrantes

O acompanhamento arqueológico das obras na Quinta do Bom Sucesso centrou-se no trabalhos de remoção de terra para a implantação de infraestruturas de saneamento e telecomunicações.

Pedreira de Boleiros, Fátima (2ª intervenção)

Esta intervenção enquadrou-se numa perspectiva de minimização de impactes da laboração da Pedreira de Boleiros.

Parque Central do Cartaxo

Os trabalhos de remoção mecânica para a instalação do Parque Subterrâneo Automóvel permitiram identificar contextos arqueológicos preservados que tudo indicava pertencerem a um antigo complexo religioso.

Jardim da Cerca do Hospital, Almeirim

As obras a realizar no Jardim da Cerca do Hospital implicavam a afectação de áreas com potencial arqueológico, como verificado pela intervenção efectuada em 2003.

Rua Zeferino Brandão, centro histórico de Santarém

A ERA concretizou o acompanhamento arqueológico da obra de abertura de vala para a implantação de cabos de telecomunicações nesta rua do centro histórico de Santarém

Estabilização de Aterro e Plataforma EN 361, KM 33+450, Rio Maior

Da análise da situação de referência, do projeto de obra e do terreno, verificou-se que não existiam condicionantes para o processo de reabilitação da estrada, uma vez que os depósitos a serem afetados eram de formação recente.

Subconcessão do Pinhal Interior, Lote 1 – Tomar/Avelar Sul, sítio do Pessegueiro

Durante a execução da sondagem, identificou-se uma estrutura antrópica e um possível nível de ocupação destruído pelo plantio de eucaliptos.

Subconcessão do Pinhal Interior, Lote 1 – Tomar/Avelar Sul, sítio de São Marcos

Após a conclusão das sondagens, não foram identificados níveis arqueológicos preservados nem uma grande quantidade de material arqueológico.

Subconcessão do Pinhal Interior, Lote 1 – Tomar/Avelar Sul, sítio de São Marcos 2

A realização da sondagem mecânica permitiu averiguar a inexistência de depósitos sedimentares com artefactos arqueológicos, concluindo-se que os materiais recolhidos anteriormente eram residuais e que o local da sua proveniência se encontrava para lá dos limites de expropriação.

Subconcessão do Pinhal Interior, Lote 1 – Tomar/Avelar Sul, sítio de São Marcos 3

A realização da sondagem mecânica e das crivagens a seco permitiu recolher alguma informação sobre a formação sedimentar deste sítio, perturbação e ocupação humana.

Subconcessão do Pinhal Interior, Lote 1 – Tomar/Avelar Sul, sítio de São Marcos 4

A realização da sondagem permitiu delimitar uma mancha silto-arenosa com materiais arqueológicos em posição secundária.

Palácio da Falcoaria Real de Salvaterra de Magos

A intervenção permitiu identificar vestígios arqueológicos relacionados com vários momentos de ocupação do Palácio da Falcoaria Real, desde a sua fundação no século XVIII até ao estado de degradação em que se encontrava no início do século XXI.

Rua Cidade da Covilhã, Santarém

A empreitada que justificou acompanhamento arqueológico foi a abertura de vala para execução de Rede de Média Tensão.