Infraestruturas Saneamento

Marinha Baixa

No decurso do acompanhamento das obras, a cargo da SIMRIA S.A., de implantação do Sistema Multimunicipal de Saneamento da Ria de Aveiro e por deliberação do, já extinto, Instituto Português de Arqueologia, a Marinha Baixa foi objeto da realização de cinco sondagens arqueológicas efetuadas em duas fases nos anos de 1999 e 2000.

Sistema Multimunicipal de Saneamento da Ria de Aveiro

De âmbito terrestre, os trabalhos arqueológicos relativos ao Sistema Multimunicipal de Saneamento da Ria de Aveiro consistiram em prospecções e acompanhamento de obras.

Marinha Baixa, Cacia (Aveiro)

As sondagens arqueológicas realizadas na Marinha Baixa decorreram de evidências de carácter arqueológico detectadas no decurso do acompanhamento de obras de implementação do Sistema Multimunicipal de Saneamento da Ria de Aveiro.

Sistema Multimunicipal de Saneamento da Ria de Aveiro (SIMRIA)

Os trabalhos arqueológicos desenvolvidos no âmbito do projecto do Sistema Multimunicipal de Saneamento da Ria de Aveiro (SIMRIA) iniciaram-se a 11 de Janeiro de 1999 e terminaram a 24 de Fevereiro de 2004.

Rua da Conceição e Outras (EPAL - PPF 14)

O acompanhamento arqueológico adjudicado pela EPAL à ERA-Arqueologia insere-se na zona de Intervenção de Nível 1 e 2 do PDM da Cidade de Lisboa, sendo necessária a realização de um acompanhamento permanente sempre que se verifiquem intervenções com remoção de terras.

Rua de São Bernardo (EPAL)

Os trabalhos enquadraram-se numa perspectiva de minimização de impactes, tendo como objectivo a detecção de vestígios arqueológicos, que poderiam ser afectados pelas obras de melhoria da rede de distribuição de água da cidade de Lisboa.

Centro histórico de Campo Maior (3ª Fase)

Realizaram-se duas sondagens arqueológicas como medida de minimização de impacte decorrente de obras de instalação de rede de saneamento básico levadas a cabo pela Câmara Municipal de Campo Maior.

Rua da Bica de Duarte Belo e Outras - EPAL (PPF 11)

Levou-se a cabo o acompanhamento arqueológico no âmbito dos trabalhos de renovação da rede de distribuição de água da cidade de Lisboa do Plano de Perdas e Fugas (PPF 11) da EPAL.

Plano de Perdas e Fugas 20 da EPAL - Rua dos Anjos e Outras

Os objectivos do acompanhamento arqueológico efectuado consistiram em minimizar e salvaguardar o património arqueológico ao longo dos trabalhos de revolvimento de terras, procedendo ao registo e identificação de realidades arqueológicas pré-existentes.

Rua das Flores nº 59, Lisboa (infraestruturas telefónicas)

A ERA-Arqueologia levou a cabo o acompanhamento arqueológico na área afectada pela abertura de uma vala para colocação de infraestruturas telefónicas em torno deste edifício

Sistema Adutor Alenquer/Torres

Estes trabalhos de acompanhamento visaram a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que poderiam ser afectados pelo desenvolvimento da empreitada de execução do Sistema Adutor Alenquer/Torres Vedras.

Largo dos Lóios e Rua de Santiago (EPAL - PPF)

Os trabalhos arqueológicos realizados no Largo dos Lóios e na Rua de Santiago tiveram como objectivo o diagnóstico no âmbito do plano de medidas de minimização do Plano de Perdas e Fugas da EPAL.

Largo 25 de Abril e ruas adjacentes, Faro

A intervenção consistiu na caracterização e avaliação do valor científico e patrimonial do sítio, na análise da estratigrafia do subsolo e na observação de eventuais estruturas pré-existentes, com vista ao estabelecimento de sequências e tipologias de ocupação do local.

Rua do Arco do Marquês de Alegrete

Estes trabalhos arqueológicos tiveram como objectivo o diagnóstico no âmbito do plano de medidas de minimização do PRR 31 - EPAL.

Largo do Terreiro do Trigo, Lisboa

Os trabalhos arqueológicos realizados no Largo Terreiro do Trigo permitiram identificar algumas realidades arqueológicas ao nível de estruturas e estratigrafias e proceder ao seu registo de forma a minimizar o impacto das obras no local.

Calçada do Duque e Travessa de João de Deus

As sondagens arqueológicas realizadas decorreram numa perspectiva preventiva de impactes sobre o património arqueológico decorrente da abertura de valas para implantação de tubagem, tendo como objectivo a avaliação do potencial arqueológico da área referida.

Sítio da Lezíria, Castro Marim

A realização de uma sondagem arqueológica neste sítio teve como objectivo aferir os impactes negativos da abertura de uma vala para implantação de um estaleiro, no âmbito de uma empreitada das Águas do Algarve

Rua Dr. Francisco Luís Gomes e envolventes, Lisboa

No âmbito do Plano de Renovação de Rede da EPAL, a ERA-Arqueologia efectuou o acompanhamento arqueológico das obras de melhoria da rede de distribuição de água da cidade de Lisboa.

EPAL - Avenida Infante D. Henrique e Rua dos Caminhos de Ferro, Lisboa

Esta intervenção consistiu no acompanhamento arqueológico da abertura de valas para colocação das novas infra-estruturas da rede de distribuição de água da EPAL.

Rua da Judiaria e Arco do Rosário, Lisboa

Os trabalhos arqueológicos efectuados, no âmbito da renovação da rede da EPAL, consistiriam na realização de quatro sondagens diagnóstico, com o objectivo de avaliar o potencial arqueológico da área em questão.

EPAL (PRR 64) - Avenida Infante D. Henrique, Lisboa

O acompanhamento arqueológico incidiu de maneira minuciosa sobre todas as situações onde se verificou levantamentos de terras (abertura de vala), de forma a evitar a destruição de eventuais vestígios patrimoniais ou de interesse arqueológico.

EPAL PRR 48, Rua de Santo Estêvão e envolventes, Lisboa

A ERA-Arqueologia efectuou o acompanhamento arqueológico no âmbito do projecto da EPAL PRR 48 – Rua de Santo Estêvão e envolventes, inserido na Zona de Intervenção de Nível 1 e 2 no PDM da cidade de Lisboa.

Interceptor da margem esquerda da cidade de Tomar - Saneamento Básico

Os trabalhos de acompanhamento arqueológico realizados no âmbito da abertura de valas para a renovação da rede de saneamento básico – Interceptor da margem esquerda da cidade de Tomar, decorreram entre os dias 22 de Setembro de 2006 e 31 de Janeiro de 2007.

CIRVER - Vale de Moinho, Carregueira, Chamusca

No âmbito da minimização de impactes para a construção do CIRVER, desenvolveram-se acções de prospecção/recolhas de superfície, sondagens mecânicas de diagnóstico e estudo de materiais arqueológicos.

SIMLIS - Saneamento Integrado dos Municípios do Lis - Vale da Sesmaria 1 e 2

A ERA-Arqueologia efectuou duas sondagens mecânicas no âmbito da 2ª fase da Empreitada de execução das Infra-estruturas do Saneamento Integrado da Bacia do Lis.

ETAR da Guia, Cascais

A intervenção teve como objectivo principal a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que pudessem ser afectados na área para a construção dos edifícios e respectivas valas, bem como garantir a protecção e salvaguarda dos mesmos e efectuar a sua caracterização em termos de valor científico e patrimonial.

Palácio dos Condes de Murça, Lisboa

A ERA-Arqueologia efectuou trabalhos arqueológicos no âmbito de um projecto de recuperação e remodelação do edifício e respectivo logradouro, numa perspectiva de diagnóstico e avaliação do potencial científico e patrimonial dos contextos arqueológicos presentes naquele espaço.

Rua dos Cordoeiros a Pedrouços, Lisboa

No âmbito das obras de Novos Abastecimentos de Água da Cidade de Lisboa, promovidas pela EPAL (Departamento de Novos Abastecimentos), procedemos ao acompanhamento arqueológico dos trabalhos na Rua dos Cordoeiros a Pedrouços.

Rua da Vinha, nº 25, Lisboa

Estes trabalhos de acompanhamento arqueológico, realizados no âmbito da abertura de uma vala para a construção de um ramal de água e de uma boca de incêndio, enquadraram-se numa perspectiva de minimização de impactes sobre o património arqueológico.

Conduta Elevatória e Sistema de Saneamento da Ada, Tavira

O objectivo principal foi a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que pudessem ser afectados na área do projecto de implantação da Estação Elevatória e das suas ligações, bem como garantir a protecção e salvaguarda dos mesmos e efectuar a sua caracterização em termos de valor científico e patrimonial.

Centro histórico de Almeirim (saneamento básico)

Estas acções de acompanhamento arqueológico no centro histórico de Almeirim realizaram-se no âmbito da remodelação/substituição de infraestruturas de saneamento básico, abastecimento e escoamento de águas.

Subsistema de Castelo de Bode – EPAL

Os trabalhos realizados enquadraram-se numa perspectiva preventiva e de minimização de impactes sobre vestígios arqueológicos e patrimoniais, no âmbito de uma intervenção programada pela EPAL.

Palácio Alagoas, Rua da Escola Politécnica, nº 161-195, Lisboa

Os trabalhos de acompanhamento realizados permitiram identificar uma estrutura e a recolha de algum material arqueológico. Contudo, na maioria das áreas intervencionadas, registaram-se níveis estéreis do ponto de vista arqueológico.

CIRVER - Vale de Moinho, Carregueira, Chamusca (2ª intervenção)

Os trabalhos enquadraram-se na prevenção e minimização de impactes sobre vestígios patrimoniais susceptíveis de afectação por parte da obra, tendo em conta que em intervenções anteriores se haviam encontrados vestígios de actividade antrópica remontando ao Paleolítico.

Requalificação da Avenida Luísa Todi e Espaços Envolventes, Setúbal

O objectivo principal foi a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que pudessem ser afectados na área do projecto de implantação de infraestruturas de electricidade, saneamento, água, telecomunicações e gás, entre outras, bem como garantir a protecção e salvaguarda dos mesmos e efectuar a sua caracterização em termos de valor científico e patrimonial.

Infraestruturas de saneamento, freguesias de Santa Maria de Belém e Restelo

Estas acções de acompanhamento arqueológico tiveram como finalidade a minimização de impactes sobre eventuais vestígios patrimoniais a serem afectados pelos trabalhos de melhoria das infraestruturas de saneamento realizados pela SIMTEJO.

Departamento de Novos Abastecimentos da EPAL, Lisboa

Os trabalhos em questão implicaram um modelo de actuação adequado às especificidades de planeamento das empreitadas promovidas pelo Departamento de Novos Abastecimentos, caracterizadas, genericamente, por uma curta duração e uma rapidez de execução, normalmente com impactes no subsolo muito uniformes e tipificados.

PRR 32 (EPAL), Praça do Comércio e ruas envolventes

A ERA-Arqueologia realizou o acompanhamento arqueológico da abertura de valas para instalação de infraestruturas da rede de distribuição de água da EPAL, trabalho que surgiu no âmbito do projecto PRR 32.

Lugar do Pinheiro, freguesia de Luz de Tavira, Tavira

Os trabalhos de acompanhamento arqueológico realizados no âmbito do projecto “Drenagem de águas residuais e domésticas do Pinheiro”, na freguesia de Luz de Tavira, em Tavira, decorreram, numa primeira intervenção, entre 7 e 20 de Dezembro de 2007 e, posteriormente, entre 7 de Janeiro e 1 de Fevereiro de 2008.

Sistema Elevatório de Águas de Moura 2

Visou-se a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que pudessem ser afectados na área do projecto de implantação dos poços de bombagem e dos sistemas de drenagem.

EPAL - PRR 66.1 - Estrada de Benfica e ruas envolventes

O acompanhamento arqueológico teve como finalidade a minimização de impactes sobre eventuais vestígios patrimoniais a serem afectados pelos trabalhos de melhoria de distribuição da água que vinham sendo realizados em Lisboa pela EPAL.

EPAL - PRR 60 - Campo Mártires da Pátria/Graça

O acompanhamento arqueológico do projecto da EPAL - PRR 60, para a melhoria da rede de distribuição de água na cidade de Lisboa, consistiu na abertura de valas para remoção da antiga canalização e colocação de novas infraestruturas.

EPAL (PRR 62.13), Travessa de Santa Quitéria e Beco do Batalha, Lisboa

Estes trabalhos de acompanhamento arqueológico, efectuados no âmbito do projecto de melhoria da rede de distribuição de água, visaram a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que poderiam ser afectados ao longo da obra.

Rua do Telhal, nº 2-10 (telecomunicações - Telcabo), Lisboa

Estes trabalhos de acompanhamento arqueológico consistiram na minimização do impacte do empreendimento de abertura de valas para telecomunicações (Telcabo) sobre o património arqueológico na Rua do Telhal.

Largo Trindade Coelho (diagnóstico arqueológico)

As acções arqueológicas executadas no Largo Trindade Coelho enquadraram-se numa perspectiva de minimização do impacte sobre o património decorrente da realização de uma vala para colocação de um sistema de saneamento

Avenida da Índia, Lisboa

Estas acções de acompanhamento arqueológico inseriram-se no âmbito de um plano de renovação de redes de abastecimento de água levado a cabo pela EPAL.

Capela de S. Lourenço – Vale de Boi, Vila do Bispo

Os trabalhos de acompanhamento arqueológico incidiram na empreitada de abertura de valas para colocação de lancis e instalação eléctrica em redor da Capela de S. Lourenço, bem como na colocação de infraestruturas de electricidade na Rua de S. Lourenço.

Centro Histórico de Tavira

O acompanhamento arqueológico enquadrou-se numa perspectiva preventiva e de minimização de impactes patrimoniais face às obras previstas no âmbito da empreitada de Execução das Infraestruturas e Requalificação do Espaço Público na Vila-a-Dentro

Rua da Glória, 14-18, Lisboa

O acompanhamento arqueológico da instalação de infraestruturas de saneamento teve como finalidade a minimização de impactes sobre eventuais vestígios patrimoniais a serem afectados pelos trabalhos de abertura de vala

Rua dos Sapateiros, n.º 109, Lisboa

O acompanhamento arqueológico da instalação de infraestruturas de saneamento visou a minimização de impactes sobre eventuais vestígios patrimoniais a serem afectados pelos trabalhos de abertura de vala.

EPAL (PRR 57) – Praça do Comércio/Largo do Corpo Santo, Lisboa

A ERA efectuou trabalhos de acompanhamento arqueológico no âmbito do projecto de melhoria da rede de distribuição de água na cidade de Lisboa – PPR 57.

Abastecimento de Água e Saneamento de Águas Residuais, Chaves

Os trabalhos arqueológicos realizados no âmbito da obra de instalação da ETAR de Chaves decorreram como medida de minimização do impacte sobre o património existente no local.

Largo Trindade Coelho, Lisboa

O acompanhamento arqueológico da requalificação do Largo Trindade Coelho visou a minimização de impactes sobre eventuais vestígios arqueológicos e patrimoniais afectados pelas movimentações de terras.

Antiga Casa da Guarda, Forte de São Vicente, Torres Vedras

A ERA levou a cabo a avaliação do potencial arqueológico e patrimonial no Forte de São Vicente, no âmbito da requalificação deste edificado, mais concretamente na antiga Casa da Guarda, cuja demolição estava prevista.

Conduta Calçadinha – Srª da Conceição, Elvas

O acompanhamento arqueológico teve como objectivo principal a minimização de impactes sobre vestígios patrimoniais resultantes dos trabalhos de abertura de valas para a instalação do projecto desta conduta adutora.

Travessa de Santa Teresa, nº 21, Lisboa

Efectuaram-se trabalhos de acompanhamento arqueológico no âmbito do projecto de alterações de um edifício sito na Travessa de Santa Teresa.

Travessa do Açougue, Lisboa

Foram realizadas 2 sondagens arqueológicas de diagnóstico no âmbito do empreendimento de abertura de valas para a colocação de infraestruturas de telecomunicação.

Calçada do Correio Velho, 2-8, Lisboa

Realizou-se uma sondagem arqueológica na área de implantação da vala para ligação do imóvel ao sistema de saneamento urbano da cidade de Lisboa.

Travessa Nova do Espírito Santo/Rua do Touro, Elvas

O acompanhamento arqueológico centrou-se nos trabalhos de remoção de terra para a implantação de infraestruturas de saneamento e de vigas de fundação.

Hotel Portugal, Rua João das Regras, n.º 4, Lisboa

A empreitada de reabilitação do edifício implicava a afectação de áreas com potencial arqueológico, já que se desenvolveu numa Zona de Intervenção de nível I do PDM.

Travessa de Santa Teresa, nº 21, Lisboa

No âmbito deste projecto, foram programadas e executadas acções preventivas de acompanhamento arqueológico permanente durante as movimentações de terra.

Praça Joaquim António de Aguiar, Rua José Elias Garcia e Rua João de Deus, Évora

Estes trabalhos arqueológicos foram realizados no âmbito de uma empreitada de colocação de infraestruturas de telecomunicações.

Quinta do Bom Sucesso – Caminho do Ramal, concelho de Abrantes

O acompanhamento arqueológico das obras na Quinta do Bom Sucesso centrou-se no trabalhos de remoção de terra para a implantação de infraestruturas de saneamento e telecomunicações.

Rua de Santa Justa e outras, Lisboa

Estas acções arqueológicas foram desenvolvidas durante o acompanhamento das três frentes de obra, levadas a efeito pela EPAL, de melhoria de rede de distribuição de água da cidade de Lisboa.

Águas do Centro Alentejo, Portel, Reguengos de Monsaraz e Mourão

Realizaram-se trabalhos de acompanhamento arqueológico no âmbito dos empreendimentos 2º e 3º Grupo de PITAR’S do Centro Alentejo, Sistema de Abastecimento de água e saneamento do Município de Portel e Subsistema de Abastecimento de Água do Monte-Novo – Adução a Reguengos de Monsaraz e Mourão.

EPAL - PRR 46 - Rua Passos Manuel e outras, Lisboa

Os trabalhos de acompanhamento arqueológico realizados no âmbito deste projecto de melhoria da rede de distribuição de água na cidade de Lisboa – PRR 46, desenvolvido pela EPAL – decorreram entre Julho de 2006 e Novembro de 2007.

Travessa dos Ferreiros a Belém, 33-39, Lisboa

A ERA levou a cabo acções de acompanhamento arqueológico no âmbito do empreendimento da EPAL – Unidade de Manutenção de Lisboa

Rua da Assunção, 88, Lisboa

Realizou-se o acompanhamento arqueológico do empreendimento (EPAL-UML) Empreitada Geral de Obras na Rede de Distribuição de Água de Lisboa 2011/2012.

Rua dos Cordoeiros, Lisboa

Estes trabalhos de acompanhamento visaram a detecção de eventuais vestígios arqueológicos no decurso do projecto de renovação das infraestruturas de abastecimento de água entre a Calçada da Bica Pequena e a Caçada de Salvador Correia de Sá, através da Rua dos Cordoeiros.

Travessa do Judeu e zona envolvente, Lisboa

Executou-se o acompanhamento arqueológico da reabertura de valas da EPAL na Travessa do Judeu e zona envolvente (Rua do Sol a Santa Catarina, Travessa do Alcaide).

Conduta Autora do Monte do Zebro e Bairro da Misericórdia, Campo Maior

Estas acções de acompanhamento arqueológico foram realizadas no âmbito das actividades de construção da Conduta Autora do Monte do Zebro e da implementação de novas infraestruturas no Bairro da Misericórdia.

Avenida dos Combatentes da Grande Guerra e outras, Cascais

Estas acções de acompanhamento arqueológico foram executadas no âmbito do projecto de substituição de infraestruturas de água e saneamento básico no centro de Cascais.

Necrópole da Igreja Matriz de Ílhavo

Na sequência da descoberta de restos osteológicos detectados em contextos preservados na área adjacente à Igreja Matriz de Ílhavo, estes trabalhos arqueológicos decorreram no âmbito da abertura de uma vala para saneamento pela Câmara Municipal de Ílhavo na Avenida Manuel da Maia.

Requalificação da Rua da Vitória, Lisboa

A intervenção consistiu no acompanhamento arqueológico da abertura de valas ao longo de toda a rua para colocação de galerias técnicas com o objectivo de passar infraestruturas de gás e água no interior das mesmas.

EPAL - Ruas do Lumiar e Alexandre Ferreira, Lisboa

Foram realizadas sondagens e acompanhamento arqueológico no decurso do projecto de Renovação de condutas de água do Lumiar, mais concretamente nas Ruas do Lumiar e Alexandre Ferreira.

Rua do Arco da Graça e Largo do Martim Moniz, Lisboa

Executou-se o acompanhamento arqueológico no âmbito do projecto de implantação das infraestruturas de abastecimento de água (EPAL) na Rua do Arco da Graça e Largo do Martim Moniz.

Construção da Conduta Adutora entre o R. do Alto de Carenque e o R. das Mercês

A ERA desenvolveu trabalhos de prospecção arqueológica prévios ao início da empreitada da Construção da 2ª Fase da Nova Conduta Adutora entre o R. do Alto de Carenque e o R. das Mercês.

EPAL - Calçada dos Barbadinhos, Lisboa

Estes labores de acompanhamento arqueológico respeitaram à minimização de impactes da reabertura de uma vala da EPAL (renovação de rede) na Calçada dos Barbadinhos.

EPAL - Calçada Salvador Correia de Sá, Lisboa

A ERA levou a cabo o acompanhamento arqueológico de reabertura de vala no âmbito da Empreitada Geral de Intervenções de Renovação, Reabilitação, Ampliação e Melhoria da Rede da EPAL.

EPAL - Rua Escadinhas do Marquês de Ponte de Lima, Lisboa

Foram realizados trabalhos de reabertura de vala no âmbito do empreendimento de renovação das infraestruturas de saneamento.

EPAL - Largo de São Rafael, Lisboa

O Largo de S. Rafael tem um profundo significado patrimonial, visto localizar-se junto à antiga Torre de S. Pedro de Alfama e à antiga Igreja Paroquial de S. Pedro, que foi completamente arrasada com o terramoto de 1755 e nunca mais foi erigida.

EPAL - Rua da Bica de Duarte Belo, 57, Lisboa

No âmbito da minimização de impactes da reabertura de uma vala da EPAL na Rua da Bica de Duarte Belo, nº57, em Lisboa, estas acções de acompanhamento arqueológico decorreram no dia 31 de Julho de 2014.

EPAL - Rua do Loreto, n.º 45, Lisboa

Estes trabalhos de acompanhamento arqueológico da obra visaram a minimização do impacte da reabertura de uma vala para a ligação de um ramal da EPAL na Rua do Loreto.

EPAL - Rua da Emenda, 84, Lisboa

O acompanhamento de todas as movimentações de terra justificaram-se pelos contextos histórico-arqueológicos de toda a área do Bairro Alto e Praça Camões e conforme a legislação do PDM de Lisboa.

EPAL - Rua da Prata, n.º 163, Lisboa

Visou-se a detecção de eventuais vestígios arqueológicos afectados pelas obras de reabertura de vala para renovação das infraestruturas da rede da EPAL.

EPAL - Rua de Santa Cruz do Castelo, 52-56, Lisboa

A intervenção da ERA pressupôs a observação de movimentações no subsolo, tendo a estratigrafia detectada revelado um grau de revolvimento muito elevado, provocado pela introdução de infraestruturas.

ETAR da Amieira e Alqueva, Portel

O acompanhamento arqueológico da obra das ETAR de Amieira e Alqueva, em Portel, foi adjudicado à ERA pelas Águas do Centro Alentejo.

EPAL - Rua Nova da Trindade, n.º 6, Lisboa

Este acompanhamento arqueológico enquadrou-se no projecto de implantação das infraestruturas de abastecimento de água na Rua Nova da Trindade.

EPAL - Rua do Arco do Carvalhão, Lisboa

A metodologia seguida nesta intervenção consistiu na escavação por camadas naturais, removendo os depósitos na ordem inversa à sua formação, com a aplicação da leitura estratigráfica.

EPAL - Rua Augusta, nº 4, Lisboa

A existência de níveis modernos e ocasionalmente mais antigos identificados em ruas contíguas justifica ações de acompanhamento na área, que se apresenta sensível pela incerteza da existência ou não de níveis ocupacionais preservados e/ou estruturas arqueológicas associadas.

EPAL - Rua da Assunção, n.º 13, Lisboa

A ERA efectuou trabalhos arqueológicos de acompanhamento no âmbito da intervenção nas infraestruturas da rede da EPAL na Rua da Assunção.

EPAL - Ruas Cecílio de Sousa/São Marçal/Escola Politécnica, Lisboa

Os trabalhos foram realizados ao longo de 330 metros, enquadrados na minimização de impactes relacionados com a substituição da antiga canalização em ferro por PAD.

Largo Rafael Bordalo Pinheiro, Lisboa

A intervenção realizada no âmbito do Projecto de Requalificação do Largo Rafael Bordalo Pinheiro permitiu confirmar alguns dados urbanísticos presentes nas fontes históricas e cartográficas.

Rua das Gaivotas, n.º 18 (antiga Fábrica de Vidro das Gaivotas), Lisboa

As sondagens de diagnóstico realizadas visaram a caracterização do potencial científico dos contextos presentes no local, fundamental para a definição do efectivo potencial patrimonial e complexidade específica deste espaço.

Rua Direita, nº 3, Óbidos

A ERA-Arqueologia efetuou ofícios de acompanhamento arqueológico no contexto do projecto de reabilitação do edifício sito no nº 3 da Rua Direita, em Óbidos.

EPAL - Rua das Escolas Gerais, n.º 50, Lisboa

Esta intervenção visou a minimização do impacte da reabertura de dois ramais da EPAL (renovação de rede) na Rua das Escolas Gerais, n.º 50.

EPAL - Rua da Prata, n.º 155, Lisboa

Apesar de não se verificar a existência de níveis arqueológicos preservados, ou materiais cronologicamente integráveis, a sensibilidade e imprevisibilidade da área justificava a continuação de acompanhamento arqueológico durante trabalhos no subsolo.

EPAL - Rua do Olival, Lisboa

Durante o acompanhamento arqueológico, não foram identificados níveis arqueológicos preservados, nem evidências materiais dos mesmos, com a excepção de duas lajes de calcário que não foram afectadas no decorrer da obra.

EPAL - Rua dos Douradoures, n.º 57, Lisboa

Durante as ações de acompanhamento arqueológico, apenas foi identificada uma estrutura de interpretação ambígua, provavelmente associada à construção da Igreja de São Nicolau.

EPAL - Rua dos Fanqueiros, n.º 267, Lisboa

No decorrer da intervenção, não foram detectados contextos arqueológicos, verificando-se apenas unidades associadas a depósitos de aterros recentes.

EPAL - Rua dos Correeiros, 233, e Rua Garrett, 27-29, Lisboa

Procedeu-se ao acompanhamento arqueológico dos trabalhos de reabertura de valas da EPAL até a cota de afectação presente no plano de obra, não tendo sido identificados quaisquer vestígios de cariz arqueológico ou patrimonial.

EPAL - Rua Garrett, n.º 48, Lisboa

Durante o acompanhamento arqueológico da abertura de vala por via manual, não foram identificados níveis arqueológicos preservados, nem evidências materiais dos mesmos.

EPAL - Rua das Mercês, n.º 2, Lisboa

Estes trabalhos visaram a minimização do impacte da reabertura de uma vala da EPAL para substituição de canalizações dos ramais que fazem o fornecimento de água para o n.º 2 da Rua das Mercês.

EPAL - Rua do Teixeira, n.º 16, Lisboa

Realizou-se o acompanhamento arqueológico da reabertura de uma vala para substituição do antigo ramal de água. Apenas se afectaram contextos de revolvimento contemporâneo, não se tendo identificado contextos arqueológicos preservados.

EPAL - Rua da Quintinha, 23-25, Lisboa

Durante os trabalhos de acompanhamento foi identificado um nível de aterro com materiais arqueológicos (azulejos, faiança, porcelana, cerâmica comum, restos de fauna) em conjunto com lixo contemporâneo (plásticos).

EPAL - Rua do Sol ao Rato, n.º 5, Lisboa

No decorrer dos trabalhos foram identificados vários níveis de aterro e infraestruturas de cronologia contemporânea, bem como uma estrutura possivelmente associada ao colector, não se tendo verificado a presença de materiais arqueológicos.

Carenque, Amadora

Foram realizadas 12 sondagens de diagnóstico junto às grutas artificiais de Carenque.

Rua Henriques Nogueira, Lisboa

A necessidade de se proceder à abertura de uma travessia conduziu, por deliberação da DGPC e nos termos da lei geral (PDM e Plano de Pormenor da Baixa Pombalina) à realização de uma sondagem arqueológica.

Rua Ivens 18-28/ Rua Capelo 2-4B, Lisboa

A escavação das sondagens demonstrou uma ausência de vestígios arqueológicos cronologicamente atribuíveis a períodos anteriores ao Terramoto de 1755. Contudo, foi possível identificar elementos estruturais, que correspondem à fase contemporânea de construção do edifício, entre os anos de 1755 e 1807.

Rua do Alecrim, 24, Lisboa

No âmbito do empreendimento de reabilitação do edifício, estes trabalhos consistiram na realização de quatro sondagens de diagnóstico e no posterior acompanhamento arqueológico dos trabalhos em fase de obra.

Nova Conduta Adutora entre o R. do Alto de Carenque e o R. das Mercês

Levou-se a cabo o acompanhamento arqueológico de diversos trabalhos, nomeadamente, escavação de caboucos para construção de caixas, abertura de vala e desmatação de terreno.

Requalificação Urbana do Alto de Santa Catarina, Lisboa

Não foram identificados níveis arqueológicos preservados que justificassem alterações ao projeto de requalificação urbana, tendo sido realizado o registo gráfico e fotográfico das realidades arqueológicas observadas, como medida de salvaguarda.

Requalificação do Espaço Público da Rua da Vitória, Lisboa

No âmbito dos trabalhos de acompanhamento arqueológico associados à empreitada foram identificados contextos funerários preservados, no cruzamento da Rua da Vitória com a Rua dos Douradores, junto à Igreja de São Nicolau.

Rua Bartolomeu de Gusmão 3/Rua do Chão da Feira, Lisboa

Não foram detetados estruturas ou materiais arqueológicos, correspondendo as realidades observadas a áreas amplamente remexidas no âmbito de anteriores obras de implantação de infraestruturas contemporâneas.

Sistema Interceptor de Beja, Quinta da Abóbada, Horta de Todos

Na Quinta da Abóbada, foram realizadas 15 sondagens de diagnóstico que revelaram uma longa diacronia daquele espaço, desde a Pré-História ao período Moderno.

Sistema Interceptor de Beja, Terras Frias 3

As estruturas e contextos identificados correspondem a um conjunto de vestígios da pars rustica de uma vila romana, tendo sido possível ao longo desta intervenção aferir a evolução ocupacional deste local, desde a sua fundação no século I d.C. até aos nossos dias.

Calçada do Correio Velho, n.º 10, Lisboa

Este acompanhamento arqueológico foi desenvolvido no âmbito da minimização de impactes decorrentes da reabertura de vala para substituição de ramal da EDP.

Rua dos Fanqueiros, 140, Lisboa

Os trabalhos expuseram um registo estratigráfico contemporâneo, marcado pela passagem de um conjunto de infraestruturas de abastecimento de gás e água contemporâneas, e respetivas valas e depósitos de aterro.

Projeto de Requalificação do Espaço Exterior dos Quartéis de Moura

A área geográfica intervencionada situa-se na zona envolvente ao Edifício dos Quartéis de Moura, tratando-se este edifício de um complexo militar do século XVII, fortemente associado às Guerras da Restauração da Independência.

Rua da Freiria de Baixo, Évora

Estes trabalhos consistiram no acompanhamento da abertura de uma vala para eletricidade na Rua da Freiria de Baixo.

Av. 24 de Julho 10/Rua D. Luís I, Lisboa

Foram realizadas 7 sondagens de diagnóstico, cujos resultados permitiram concluir a inexistência de níveis arqueológicos preservados anteriores ao período Moderno/Contemporâneo até a uma cota média de 2 m de profundidade.

Rua de Eborim, Évora

Tratou-se de uma abertura de vala num local já bastante intervencionado, onde se observou a presença de várias infraestruturas de saneamento e abastecimento de água, assim como cabos eléctricos e de telefone.

Construção das estações elevatórias EE5, EE7, EE8, EE9 do sistema de águas residuais de Albufeira, Lagoa e Silves

Levou-se a cabo a prospeção dos terrenos da expropriação em fase prévia ao início da obra, bem como o acompanhamento de todas as movimentações de terras inerentes à execução da mesma.

Largo do Intendente nº 57, Lisboa

Este acompanhamento arqueológico decorreu no âmbito da abertura de valas para infraestruturas de ligação do empreendimento à rede existente.

Calçadinha de Santo Estêvão, 10-16, Lisboa

A intervenção decorreu em três fases, durante as quais se procedeu ao acompanhamento arqueológico do rebaixamento da metade Noroeste do edificado, à escavação arqueológica da vala perimetral e à escavação arqueológica das áreas de incidência das três caixas de saneamento projetadas.